segunda-feira, 16 de novembro de 2009

TORCICOLO, CALÇA LARGA E BALÃO GÁSTRICO...

acordei normal sem dor nenhuma, de repente era umas 11:00 comecei a sentir a dor, é uma dor muito forte nas costas e num posso mexer a cabeça direito.me disseram q é torcicolo mais a dor num é no pescoço é nas costas, parece q é num músculo das costas... tá foda!!!

Sábado tinha um churrasco pra ir e resolvi comprar um jeans novo pois os meus estaum raxando a pirikita de tão apertados, ao invés de tomar consciência e emagrecer pra poder usar as calças trankila, não! corri comprar uma, vesti várias 46 q pararam nas coxas até q encontrei uma bonita e comprei axando q tava apertada pois qdo provei estava suada e a calça num keria subir tudo... enfim.. o cassete da calça tá foló na cintura, na buzanfa, nas coxas, mais o que fazer? a 44 não serve de jeito nenhum....

Andei lendo sobre o tal balão gástrico no blog de alguém e me interessei muito entaum fui peskisar...

Obesidade - Balão IntragástricoComo Funciona:
É uma técnica de combate à obesidade que consiste na introdução de um balão inflável de silicone dentro do estômago por via endoscópica, associado a uma leve sedação. Logo após a sua introdução, o balão é inflado com cerca de 500 a 700ml de soro fisiológico, corado com tintura de azul de metileno, com a finalidade de reduzir a capacidade do estômago e a ingestão de alimentos. Trata-se de um procedimento simples e é realizado ambulatorialmente. Não é necessário internação. O tempo de permanência máxima do BIB é de 6 meses (tempo de garantia do fabricante). A retirada do balão é também realizada através de endoscopia, à nivel ambulatorial e com leve sedação.



Mecanismos de ação:

Uma vez inflado dentro do estômago, o BIB estimula receptores do fundo gástrico que sinalizam para o sistema nervoso central (cérebro) provocando uma saciedade precoce. O espaço ocupado pelo balão gástrico também age na diminuição da capacidade do reservatório gástrico. Estes dois mecanismos de ação levam a redução do volume de alimentos ingeridos e a conseqüente diminuição do aporte calórico ocasionando a perda de peso e redução da obesidade.


Quem é candidato a colocar o Balão Intragástrico?

Pacientes obesos com IMC abaixo de 35 que não respondem a tratamento clínico por mais de três anos;

Pacientes obesos com IMC maior que 35 que não apresentam condições de serem submetidos à cirurgia de obesidade por contra-indicação médica;

ou ainda aqueles pacientes que não querem se submeter a um procedimento cirúgico embora sejam obesos mórbidos.


Como é colocado o balão?

Ao contrário dos outros procedimentos para a obesidade que são cirúrgicos, o balão é colocado através da endoscopia digestiva.

É um procedimento ambulatorial no qual o paciente recebe uma leve sedação.

É realizada uma endoscopia digestiva para acompanhar o posicionamento do balão dentro do estômago, bem como o seu preenchimento.

O balão é preenchido com soro fisiológico misturado à um corante azul chamado azul de metileno para, no caso do seu rompimento, detectar imediatamente através da urina que terá sua cor alterada para um tom azulado.

Neste caso o balão deverá ser substituído ou retirado, independentemente do tempo em que isto vier a acontecer.


Quais os riscos de colocar o balão?

Uma boa avaliação médica, bem como de toda equipe multidisciplinar miniminizam os riscos da colocação e retirada do balão gástrico, que se equivale a um exame rotineiro de endoscopia.


Vou sentir alguma coisa depois?

É comum o paciente passar por um período de adaptação.
Nas primeiras horas após a colocação do balão gástrico, alguns pacientes apresentam náusea, vômitos e sensação de peso, que podem causar algum desconforto. Todos estes sintomas são minimizados com a prescrição medicamentosa para cada paciente e deve cessar em até 3 dias.


Então é só colocar o balão e emagrecer?

Não existe milagre para a perda de peso e sim a adesão ao tratamento escolhido para obter êxito. Na verdade o balão é como o motor de um carro. Sozinho não faz o carro andar! O automóvel só anda devido a uma engrenagem complexa que impulsiona o seu funcionamento. Haverá uma redução calórica importante na dieta nutricional, orientada para o paciente com mudanças dos hábitos alimentares. É nesta reeducação alimentar que se baseia todo o tratamento do balão intragástrico. É um processo lento, trabalhoso e de muita perseverança que necessita da colaboração e o comprometimento pleno do paciente.

Mas quanto tempo vou ficar com o balão?

A vida média do balão é de 6 meses .


E para retirar o balão?

A retirada do balão é realizada através de endoscopia onde o balão é esvaziado no interior do estômago e retirado com instrumentos especiais através do esôfago. Após, o paciente deve continuar fazendo acompanhado com a equipe multidisciplinar, psicóloga, nutricionista e endocrinologista para a manutenção do peso.


"O paciente com obesidade deve ser acompanhado por toda sua vida para que os resultados de qualquer tratamento escolhido seja satisfatório, tendo em vista que a obesidade é uma doença de caráter crônico."


A TÉCNICA DE COLOCAÇÃO DO BALÃO INTRAGÁSTRICO:
O paciente é submetido a uma sedação leve igual ao procedimento de uma endoscopia digestiva. O anestesiologista monitoriza a função cardíaca e respiratória, para seu conforto e segurança durante o procedimento da colocação do balão gástrico.



PESKISEI VALORES NA MINHA CIDADE: +OU- 3.000,00 = PRA MIM NUM VAI DAR POR ENQUANTO!!!MAIS Q EU KERIA EU KERIA!!!


R.A. = IGUAL A BUNDA!!! EXAGEREI NO FIM DE SEMANA DE NOVO E JA ENGORDEI DE NOVO!!! TO MEIO DESANIMADA!! E TRISTE COMIGO...

9 comentários:

  1. Oi Camila !

    Esse balão é bem legal ... O bom é que não é invasivo como a cirurgia né ?
    Mas há casos que não dão muito certo , tem que pesar bem os prós e contras.
    Aqui em SP é bem mais caro , 8 mil !

    Beijos,
    Gabi

    mulherpneu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,
    espero que já tenha melhorado a dor/torcicolo, ninguém merece né?!
    E quanto aos exageros do findi, não desanima não, já foi, tenta caprichar agora durante a semana.
    bjosss

    ResponderExcluir
  3. Oi, vim retribuir a visita.
    E quanto ao balão a cirurgia é de alto risco, conheci uma pessoa que morreu em decorrência da cirurgia. É melhor tentar se adaptar a comer menos e ter hábitos mais saudáveis. Não é fácil, mas pelo menos é mais seguro.
    Beijos, e agora tô te seguindo mais uma companheira pra te dar um apoio, tá?!

    ResponderExcluir
  4. Oh bunita... se vc ta usando calca 46 não parece necessario balao nenhum ne? ou é?
    me explica depois!
    e calca rachando a piriquita é de foder! Gordinha sim, relaxada nunca! rsss

    ResponderExcluir
  5. sou operada do estomago, a 6 meses, o que o medico fez uma endoscopia, ele fez uma biopia, ai deu alguma coisa .agora vou ter que colocar um balao, porqu a passagem, fechou e tdo que eu como, eu vomito, ma alimentos liquidos ñ. so qdo com comida. me diz porque tenho que fazer este procediento.

    ResponderExcluir
  6. quero resposta do comentario, que eufiz?

    ResponderExcluir
  7. Oi camila entrei no seu blog mas esta desatualizado como vc esta?
    Eu estou balonada veja meu blog www.quevenhaobalao.blogspot.com

    aguardo vc

    ResponderExcluir
  8. Bom dia
    Gostaria de saber onde colocar, pois gostaria de levar o meu marido para realizar este tratamento... Fico no aguardo e obrigada pelas dicas já constadas em seu blog. Meu e-mail é mqduartes_patelli@hotmail.com
    obrigada e bjsss

    ResponderExcluir
  9. Boa noite colegas. Me chamo Adriana e estou com a estima zerada, tenho 1,58 e peso 98 kl. Eu gostaria muito de colocar o balão, mas estou com muito medo, por favor me ajudem e onde posso encontrar uma clinica boa para essa cirurgia?
    beijoss

    ResponderExcluir